DICA REVERSO: Documentário faz a rota das Fake News

Lançado em 2017 pela GloboNews, o documentário Fake News ‘Baseado em fatos reais’, apresentado pelo jornalista André Fran, faz a rota das notícias falsas pelo mundo. Começando pela Rússia, com uma imprensa chamada de “quase oficial”; segue para as ferramentas de combate às notícias falsas criadas na Inglaterra; passa pelo principal palco do fenômeno, nos Estados Unidos, onde as últimas eleições presidenciais, que elegeram Trump, tiveram as fake news como fator determinante, e um lugar onde parece que muito disso nasceu, a Macedônia. Um pequeno país da Europa, próximo à Grécia, origem da maior parte dos falsos sites propagadores de notícias.

Longe de achar uma solução para o fenômeno das fake news, o documentário é um bom conteúdo para refletir sobre o momento que estamos vivendo na comunicação digital. A credibilidade dos tradicionais veículos de imprensa nunca foi tão necessária para chancelar informações. Uma entrevista com um dos ‘Veles Boys”, jovem da cidade de Veles, na Macedônia, que produzia notícias falsas durante as eleições norte-americanas, mostra a forma como elas eram produzidas, uma brincadeira para ganhar dinheiro, tudo muito longe do que orienta o jornalismo.

Como lembram algumas fontes no filme, plantar notícias falsas é uma estratégia antiga, especialmente no mundo da política, mas as bolhas de ideologias criadas pelas redes sociais acabaram fortalecendo isso. As consequências já puderam ser comprovadas nas eleições nos Estados Unidos. Por isso, em ano eleitoral brasileiro, nada melhor que entender um pouco esse processo e adotar algumas medidas simples antes de compartilhar aquela informação que a sua ideologia adoraria que fosse verdade.

Assista a íntegra do documentário

 

 

 

 

Inscrever

Se inscreva agora na nossa news